top of page

Como melhorar a gestão do supply chain através da segmentação



Focar na gestão da cadeia de abastecimento através da segmentação é uma abordagem estratégica que envolve a divisão da cadeia de suprimentos em diferentes segmentos ou grupos com características e necessidades semelhantes. Essa segmentação permite uma gestão mais personalizada e eficiente, adaptando as estratégias e processos de acordo com as particularidades de cada segmento.


Aqui estão algumas etapas para implementar a segmentação na gestão da cadeia de abastecimento:


1. Identificação dos segmentos

O primeiro passo é identificar os segmentos da cadeia de suprimentos com base em características comuns, como características do produto, demanda, volume de vendas, localização geográfica, complexidade do produto, perfil dos clientes, entre outros. Cada segmento deve ser claramente definido e compreendido.

2. Análise dos requisitos

Para cada segmento identificado, é fundamental entender suas necessidades e requisitos específicos. Isso pode ser feito por meio de análise de dados, pesquisa de mercado e feedback dos clientes. Identificar os principais fatores que impulsionam a demanda em cada segmento é essencial para a tomada de decisões informadas.

3. Desenvolvimento de estratégias específicas

Com base nas informações coletadas, é hora de desenvolver estratégias específicas para cada segmento. Isso pode incluir políticas de estoque, estratégias de fornecimento, prazos de entrega, modelos de distribuição, entre outros aspectos relevantes para a gestão da cadeia de abastecimento.

4. Alocação de recursos adequada

A segmentação permite a alocação eficiente de recursos, pois cada segmento recebe a atenção necessária com base em suas particularidades. Os recursos podem ser direcionados para os segmentos mais lucrativos ou estratégicos, garantindo o melhor uso dos recursos disponíveis.

5. Comunicação e colaboração

A gestão da cadeia de abastecimento segmentada requer uma comunicação eficiente e colaboração entre as diversas partes envolvidas na cadeia, como fornecedores, fabricantes, distribuidores e varejistas. A colaboração entre os elos da cadeia é fundamental para atender às necessidades específicas de cada segmento de forma coordenada.

6. Monitoramento e avaliação contínua

Uma gestão eficaz da cadeia de abastecimento segmentada requer monitoramento e avaliação contínua do desempenho de cada segmento. Isso permitirá ajustes nas estratégias conforme necessário e garantirá que os objetivos de cada segmento sejam atingidos.


A segmentação na gestão da cadeia de abastecimento pode trazer inúmeros benefícios, como maior agilidade, redução de custos, melhoria do atendimento ao cliente, melhor gerenciamento de riscos e maior competitividade no mercado. É uma abordagem estratégica que permite que as empresas se concentrem nas necessidades específicas de cada segmento, tornando sua cadeia de abastecimento mais eficiente e adaptada às demandas do mercado.

 

Com profissionais com vasta experiência no setor, a MRP-N Consultoria pode apoiar sua organização na jornada da transformação digital para o S&OP / IBP, entre em contato agora mesmo com nossa equipe e saiba como:


✉ contato@mrpnachbar.com

💻 www.mrpnconsultoria.com

☎ +55 (11) 9 4387-2772 (WhatsApp)



 

Texto elaborado por:

Michel Nachbar, APICS CSCP® | MBA | SAP® IBP Certified

Associate Partner @ MRP-N Consultoria | SAP® Edge Partner

empowered by ChatGPT®


Possui carreira consolidada desenvolvida em empresas multinacionais de renome tais como Procter & Gamble, Coca-Cola, Barry-Callebaut, Chr-Hansen e Martin-Brower, onde atuou em cargos de liderança para gestão de supply chain e implementação de tecnologia em empresas.


Hoje está a frente da MRP-N Consultoria a + 6 anos, empresa boutique em desenvolvimento e aconselhamento na implementação do roadmap (plano estratégico) da gestão de projetos e melhorias das melhores práticas na gestão da cadeia de abastecimento incluindo processos, tecnologia e mudanças organizacionais, atuando com multinacionais, tais como, Coty (Savoy), MARS, Coca-Cola KO, Faber-Castel, Ypê (Química Amparo), Ontex, e empresas nacionais em grande ascensão, dentre elas, Brasilata, Gerdau, Hinode, Intelbras, e TMG.

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page