top of page

Como implementar a SCOR® APICS para garantir a eficácia na gestão da cadeia de abastecimento



A metodologia SCOR® (Supply Chain Operations Reference) APICS é um framework desenvolvido pelo APICS (Association for Supply Chain Management) que visa fornecer um modelo de referência e melhores práticas para a gestão da cadeia de abastecimento. O SCOR® tem como objetivo principal ajudar as organizações a entender, avaliar e melhorar suas operações na cadeia de suprimentos de forma eficiente e eficaz.

A abordagem SCOR® é baseada em cinco processos-chave da cadeia de abastecimento:


1. Plan (Planejar):

Envolve a definição de estratégias, objetivos e metas da cadeia de abastecimento. Isso inclui o planejamento da capacidade, demanda, produção e distribuição.


2. Source (Fonte):

Trata da seleção de fornecedores, aquisição de matérias-primas e gestão de relacionamentos com fornecedores. O objetivo é garantir um suprimento confiável e eficiente de materiais.


3. Make (Produzir):

Concentra-se nas operações de fabricação e produção. Isso inclui a gestão da qualidade, eficiência de produção e otimização de processos.


4. Deliver (Entregar):

Lida com a distribuição, transporte e entrega de produtos aos clientes. Isso envolve gerenciar centros de distribuição, escolher rotas de transporte eficazes e atender às expectativas dos clientes quanto a prazos de entrega.


5. Return (Retornar):

Trata do gerenciamento de devoluções de produtos e processos de reciclagem. Isso é crucial para a gestão de resíduos e a satisfação do cliente.



Para abordar eficazmente a metodologia SCOR® APICS e garantir a eficácia na gestão da cadeia de abastecimento, considere as seguintes etapas:


1. Avalie a situação atual:

Comece avaliando os processos existentes em sua cadeia de abastecimento. Identifique áreas de ineficiência, gargalos e pontos fracos.


2. Mapeie seus processos:

Utilize o modelo SCOR para mapear seus processos de acordo com as categorias Plan, Source, Make, Deliver e Return. Isso ajudará a entender como cada processo se relaciona com os outros.


3. Defina métricas de desempenho:

Estabeleça indicadores-chave de desempenho (KPIs) relevantes para cada processo e determine como medir seu desempenho.


4. Identifique áreas de melhoria:

Com base na avaliação e nas métricas de desempenho, identifique as áreas que precisam de melhorias. Priorize essas áreas com base em seu impacto na cadeia de abastecimento.


5. Implemente melhorias:

Desenvolva planos de ação para implementar melhorias em seus processos. Isso pode envolver a automação de tarefas, o treinamento de equipes, a otimização de rotas de transporte, entre outros.


6. Monitore e ajuste:

Acompanhe continuamente o desempenho dos processos, compare-o com as métricas estabelecidas e faça ajustes conforme necessário para garantir a melhoria contínua.


7. Promova a colaboração:

O SCOR® enfatiza a colaboração entre diferentes partes da cadeia de abastecimento. Trabalhe em estreita colaboração com fornecedores e clientes para melhorar a eficiência e a visibilidade em toda a cadeia.


8. Treinamento e capacitação:

Certifique-se de que sua equipe esteja adequadamente treinada e capacitada para implementar as melhores práticas do SCOR.


A metodologia SCOR® APICS é altamente flexível e pode ser adaptada às necessidades específicas da sua organização. Garantir a eficácia na gestão da cadeia de abastecimento com o SCOR® requer comprometimento, foco na melhoria contínua e uma abordagem orientada a dados.

 

Com profissionais com vasta experiência no setor, a MRP-N Consultoria pode apoiar sua organização na jornada da transformação digital para o S&OP / IBP, entre em contato agora mesmo com nossa equipe e saiba como:


✉ contato@mrpnachbar.com

💻 www.mrpnconsultoria.com

☎ +55 (11) 9 4387-2772 (WhatsApp)



 

Texto elaborado por:

Michel Nachbar, APICS CSCP® | MBA | SAP® IBP Certified

Associate Partner @ MRP-N Consultoria | SAP® Edge Partner

empowered by ChatGPT®


Possui carreira consolidada desenvolvida em empresas multinacionais de renome tais como Procter & Gamble, Coca-Cola, Barry-Callebaut, Chr-Hansen e Martin-Brower, onde atuou em cargos de liderança para gestão de supply chain e implementação de tecnologia em empresas.


Hoje está a frente da MRP-N Consultoria a + 6 anos, empresa boutique em desenvolvimento e aconselhamento na implementação do roadmap (plano estratégico) da gestão de projetos e melhorias das melhores práticas na gestão da cadeia de abastecimento incluindo processos, tecnologia e mudanças organizacionais, atuando com multinacionais, tais como, Coty (Savoy), MARS, Coca-Cola KO, Faber-Castel, Ypê (Química Amparo), Ontex, e empresas nacionais em grande ascensão, dentre elas, Brasilata, Gerdau, Hinode, Intelbras, e TMG.

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page